fbpx

Seja o primeiro a saber.
Assine a nossa newsletter.

Como evitar o compartilhamento de Fake News

IMG_0059

Por Diane Bikel

Com a globalização, milhares de informações chegam até nós diariamente. É um desafio saber filtrá-las, definir onde encontrar o que será relevante ou não, o que é verdadeiro ou não. Espalhar assuntos faz parte da rotina de um todo. Hoje, não se imagina um sem televisão, rádio, jornais, internet. Sem esses, não saberíamos como está indo uma partida de futebol, nem o que se passa no Congresso Nacional. Nada sobre promoções, programas de intercâmbio, nenhum curso novo sobre comunicação.

Seriamos rasos. A comunicação seria rasa. O mesmo acontece quando levamos alguma informação a outro lugar sem ter a certeza de que esta é verdadeira – simplesmente levamos. E ela se torna rasa, sem embasamento. Se esquece o valor da informação e ela é apenas jogada ao ar. Assim acontece com o espalhamento das fake news, que ganhou sua potência a pouco tempo, durante as eleições presidenciais de diversos países. As mesmas tecnologias que nos permitem acesso a informação, também serve de ponte para a transmissão de notícias falsas em uma escala maior.

O embasamento de informações pela ciência fortifica a luta contra a disseminação de fake news. Em relação ao coronavírus, a OMS, Organização Mundial da Saúde descreveu o fenômeno de receber tantas informações de todos os lados como “infodemia”. E esse espalhamento de notícias falsas ocorre por diversos fatores. Segundo a BBC, um deles é o excesso de mensagens em uma mudança rápida de cenário. Além disso, os fornecedores da mensagem fazem com que as notícias pareçam verdadeiras com truques simples que influenciam mais o engajamento do que a checagem de informações.

Como evitar o compartilhamento de notícias falsas:

  • Leia a notícia completa. Não se informe apenas pelo título ou o primeiro parágrafo. Duvide e cheque se as informações são realmente verdadeiras. Na dúvida, pesquise a notícia no Google. Verifique se outros sites estão replicando a notícia.
  • Veja se o site é confiável. Analise a URL, alguns endereços fakes podem ser similares aos de grande portais de notícia.
  • Veja de onde vem a fonte. Muitos sites colocam links para validar as informações, é legal que você acesse o link e veja de onde vem o conteúdo.
  • Não esqueça de ver a data em que a notícia foi postada. Notícias antigas são compartilhadas novamente como se fossem recentes.

 

E aí, gostou das nossas dicas? Não esqueça de marcar #ExercícioDaImpulsione nos seus stories quando for testar novas abordagens. Queremos ver você fazendo acontecer nas suas redes sociais e mostrando a carinha que está por trás das boas ideias! 🙂